Tudo sobre Quioto! Dicas, o que fazer e bate e volta em Nara

Tudo sobre Quioto! Dicas, o que fazer e bate e volta em Nara

Saiba tudo sobre Quioto, dicas, o que fazer, onde hospedar, e tudo sobre bate e volta em NaraA antiga capital imperial do Japão, é uma das cidades japonesas mais visitadas por turistas do mundo todo e é realmente encantadora. A cidade é toda plana, e difere bem do cenário de Tóquio, pois em Quioto não se veem arranha-céus.

Quioto é um charme só. A cidade possui mais de 1600 templos budistas e xintoístas, e um dos programas principais em Quioto é visitar seus famosos templos. As religiões predominantes no Japão são o budismo e o xintoísmo, e visitar os templos sagrados pelos japoneses é uma forma de imergir a fundo na cultura e tradição locais. Nós passamos três dias em Quioto e vamos contar para vocês o que vimos por lá!

Nara é uma cidadezinha pequena, mas bem charmosa e fica localizada a cerca de 1 hora de Quioto. A cidade ficou famosa por abrigar o templo do Grande Buda, e muitas pessoas que vão a Quioto fazem esse bate e volta em Nara. Nós conhecemos Nara e adoramos!

Nesse post você vai encontrar informações de como chegar em Quioto, o que fazer em Quioto, tudo sobre um bate e volta em Nara a partir de Quioto e onde se hospedar em Quioto.

Você pode ir direito ao ponto que deseja, é só clicar em:

Tenha todas as informações sobre sua viagem em um só lugar! Criamos vários roteiros exclusivos para deixar sua viagem ainda mais perfeita e sem perrengues. Clique nesse LINK e saiba mais.

Como chegar em Quioto?

Quioto fica na Ilha de Honsu no Japão, localizada cerca de 550 km de Tóquio. A forma mais rápida e prática de chegar em Quioto a partir de Tóquio é utilizando os famosos trem-bala, mais conhecidos como shinkansen. Utilizando-se o trem bala é possível fazer esse trajeto de 550 km em apenas 2 horas e 45 minutos. Esse trajeto é coberto pelo passe JR Pass (já falamos sobre ele nesse post AQUI).

Nós fomos de Hakone para Quioto, mais especificamente a partir do Gotemba Premium Outlet (já detalhamos tudo nesse post AQUI) e também fizemos o trajeto de shinkansen. A viagem durou cerca de 4 horas, com uma baldeação no caminho.

Algumas pessoas podem achar inconveniente utilizar os trens por causa das bagagens. No Japão isso não é problema, já que você pode enviar sua bagagem do aeroporto direto para o hotel. Geralmente as bagagens chegam no dia seguinte, então é bom ficar com uma mala de mão para os principais itens. Expliquei tudinho sobre esse sistema fantástico de despache de malas no Japão nesse post AQUI.

Cerejeiras no Japão
Quioto e suas cerejeiras. Fonte: Unsplash

A cidade de Quioto não possui aeroporto de grande porte, dessa forma, caso deseje chegar em Quioto de avião, o aeroporto mais próximo que opera voos internacionais é o aeroporto conhecido como Kansai International Airport, que fica em Osaka, a 100 km de Quioto. Entre algumas cias aéreas que operam voos no Kansai International Airport, podemos citar a Latam Airlines (em parceria), Turkish Airlines, Lufthansa, Air Canada, Emirates, KLM, Air France entre outras.

Dica importante

O seguro de viagens não é obrigatório para viajar para o Japão. No entanto, acreditamos ser importantíssimo e recomendamos para todos os viajantes. Não deixe de fazer o seu seguro, pois ele pode ser muito útil no caso de algum acidente ou extravio de malas por exemplo. Nós sempre fazemos nosso seguro de viagem com este SITE, eles tem ótimos preços, são de confiança e quando precisamos usar tivemos atendimento por telefone em Português (mesmo fora do Brasil). É a melhor forma de se resguardar no caso de algum imprevisto. Confira as coberturas disponíveis para o Japão.

O que fazer em Quioto?

Quioto é uma cidade grande, é a antiga capital do Japão, e possui muita história, cultura e tradição para ser desbravada. Nós passamos 3 dias inteiros na cidade, e achei o tempo suficiente.

As principais atrações em Quioto são os templos budistas e xintoístas, e visitá-los é uma experiência enriquecedora, no entanto, no final das visitas confesso que estava um pouco cansada de visitar templos. Dessa forma, acho três dias um tempo bom para passar na cidade, incluindo até um bate e volta em Nara.

A seguir vou fazer uma breve descrição de tudo que pudemos conhecer em Quioto.

Visitar o tempo Tenryuji de Arashiyama e a floresta de bambu

O templo Tenryuji de Arashiyama é considerado um dos cinco grandes templos zen de Quioto, mas confesso que o que mais me impressionou foi a floresta de bambu. Ela é menor do que eu esperava, mas linda e impactante!

Floresta de Bambu Quioto
Pela floresta de bambu…

Os jardins que estão ao redor do templo Tenryuji de Arashiyama são considerados um dos mais requintados e tradicionais jardins do Japão.

O templo Tenryuji de Arashiyama fica localizado em Arashiyama, e essa região é servida por três estações de trem: Estação JR Saga-Arashiyama, Estação Hankyu Arashiyama e Estação Keifuku Arashiyama. Todas essas estações estão convenientemente localizadas em Arashiyama, portanto a linha que você escolher dependerá do seu ponto de partida em Quioto.

Conhecer o Santuário Fushimi-inari

O Santuário Fushimi-inari é o famoso templo dos toris alaranjados. O templo vive lotado de turistas, mas é maravilhoso e um passeio imperdível em Quioto. O templo foi construído em homenagem ao deus Inari, deus do arroz e do sakê e possui um conjunto de mais de 4000 toris.

Toris em Quioto
Quioto e seus famosos toris vermelhos…

Durante o passeio podem ser observadas várias raposas que são consideradas mensageiras de Deus.

Na saída do templo há várias lojinhas e barraquinhas de comida. Ótima opção para provar a comida de rua japonesa. Nós almoçamos um macarrão asiático em uma dessas barraquinhas e estava delicioso! Adoro provar comidas típicas na rua, acho que agrega muito em uma viagem.

Comida de rua em Quioto
Quem mais ama comida de rua em viagens?

Para chegar até o Santuário Fushimi-inari, você pode pegar um trem na estação central de Quioto com destino a Nara, a JR Nara Line, e saltar na Inari Station (a viagem é rápida e dura apenas 7 minutos). Esse trecho está incluso para quem tem o JR Pass.

Visitar o templo Sanjusangendo

O templo Sanjusangendo fica em frente ao Museu Nacional de Quioto, e, caso seja do interesse visitar os dois é uma boa pedida! No nosso caso, só visitamos o templo.

O templo Sanjusangendo fica em um edifício imponente, com aproximadamente 120 metros de comprimento. Em seu interior podem ser vistas 1001 imagens douradas da deusa da misericórdia, conhecida como Kannon. Além da Kannon, podem ser observadas estátuas de outras divindades, e há plaquinhas embaixo de cada estátua contando um pouco da história delas.

Templo Sanjusangendo em Quioto
Templo Sanjusangendo em Quioto

O templo Sanjusangendo está localizado na região nordeste de Quioto. Para chegar até lá você pode pegar um ônibus na estação central de Quioto e desembarcar na estação Hakubutsukan–Sanjusangendo-ma. Caso deseje ir de metrô, você deve seguir em direção a estação Shichijo, na linha Keihan do metrô.

Dica importante: Nos dias de hoje viajar conectado é fundamental. Você pode usar aplicativos em tempo real, utilizar suas redes sociais, acessar o google maps, conferir aquela informação de algum ponto turístico e até mesmo fazer reserva para algum restaurante. Não viajamos mais sem um chip internacional. Para isso, sempre gostamos de comprar o nosso chip para usar no exterior ainda no Brasil. O nosso escolhido sempre é a EASYSIM4U. Clique AQUI e confira os planos que se adequam a sua viagem no site deles!

Visitar o templo Kiyomizu-dera

O templo Kiyomizu-dera fica localizado no final da ladeira Sannenzaka-Ninenzak. No caminho até o templo há várias lojinhas em casas de madeira, vendendo souvenirs e porcelanas lindas. Vale a pena fazer umas comprinhas por lá.

Esse templo foi erguido no século 8 e foi posteriormente reconstruído no século 17, e a grande curiosidade desse templo é que ele é todo em madeira e foi construído sem utilizar nenhum prego. Ele possui uma enorme varanda sustentada por colunas de madeira de 13 metros de altura.

Templo Kiyomizu-dera em Quioto
Templo Kiyomizu-dera ao fundo

Para chegar até o templo Kiyomizu-dera de ônibus, basta pegar o ônibus na estação central de Quioto e desembarcar na estação Kyomizu-michi e depois andar por cerca de 10 minutos. Caso queiram ir de metrô, é só seguir em direção a estação Kyomizu-Gojo da linha Keihan do metrô.

Conhecer o Nishiki Market

O Nishiki Market é uma boa opção para comer em Quioto. O está localizado no centro de Quioto, e é procurado tantos pelos locais que fazem suas compras quanto pelos turistas que vão em busca de conhecer comidas típicas japonesas.

No Nishiki Market são encontradas barraquinhas de frutas, peixes, frutos do mar em geral, grãos, etc. Há várias iguarias bem diferentes do que nós brasileiros estamos acostumados. O mercado vive lotado, então vá preparado!

Caso deseje fazer um tour guiado pelo Nishiki Market e visitar os principais estabelecimentos locais, o GetYourGuide tem alguns passeios interessantes. Você teria coragem de experimentar um polvo no palito? Essa é só uma das comidas diferentes que podem ser experimentadas por lá.

Conhecer o templo de ouro ou pavilhão dourado

O templo Kinkaku-ju ou mais conhecido como templo de ouro ou pavilhão dourado foi o mais bonito que visitei no Japão e para mim é visita imperdível para quem vai a Quioto.

Esse templo serviu de vila para a aposentadoria do Shogun até 1408 e depois disso tornou-se templo zen de Budismo Rinzai. Os jardins nos arredores são incríveis também!

Pavilhão Dourado em Quioto
Maravilhoso Pavilhão Dourado em Quioto

O templo Kinkaku-ju foi o único que visitamos e que pagamos para entrar. O ingresso custa 400 yens por pessoa. Ele está afastado do centro de Quioto e para chegar até lá de ônibus é só pegar o ônibus 101 ou 205 na estação central de Quioto. O trajeto dura cerca de 40 minutos. Caso queiram ir de metrô, é só pegar a linha Karasuma e desembarcar na estação Kitaoji.

Conhecer o Nijo-jo Castle

O Nijo-jo Castle foi a residência do shogun Tokugawa Ieyasu. A família desse shogun comandou o Japão por mais de 260 anos. O castelo também já foi utilizado como castelo imperial e está localizado na região central de Quioto. O hotel Ana Crowne Plaz Hotel Kyoto em que nos hospedamos ficava bem em frente ao Nijo-jo Castle.

Vale muito a pena conhecer esse castelo, pois além da belíssima arquitetura e dos jardins, a parte interna do castelo é bacana, conta um pouco da história dos shoguns, além de ter pinturas maravilhosas!

Nijojo Castle em Quioto
Nijo jo Castle em Quioto

O ingresso para entrar no Nijo-jo Castle custa 600 yens, mas acho a visita bem interessante, e foge um pouco do turismo apenas de templos.

Passear pelas ruas de Gion a procura de uma gueixa

O bairro de Gion é o mais famoso de Quioto para quem busca encontrar aquele tradicional Japão. É lá que ficam as casas de chá, e onde podem ser vistas as famosos gueixas. As ruazinhas são fofas e é uma delícia passear por lá! O bairro serviu de locação para a gravação do filme Memórias de uma Gueixa.

Gion em Quioto
Pelas vielas de Gion

Em Gion é possível sentir na pele como é ser uma verdadeira gueixa. Algumas casas oferecem a caracterização completa, e você se veste e se maquia igualzinho uma gueixa. Deve ser uma experiência muito divertida. Infelizmente não fizemos, mas em uma próxima ida ao Japão quero experimentar. Você pode reservar esse passeio por AQUI.

Bate e volta em Nara

Nara é uma cidade muito fofa, localizada próxima de Quioto, e, perfeita para um bate e volta a partir de Quioto. Como tínhamos o JR Pass (já expliquei nesse post AQUI), pegamos a linha de trem da Nara Line e em cerca de 1 hora e 15 minutos desembarcamos em Nara.

A cidade é bem bonitinha, cheia de lojinhas e restaurantes. Nara é pequena e os pontos turísticos estão bem próximos uns dos outros, então é bem tranquilo conhecer a cidade a pé. Além disso ela é toda rodeada por cervos muito fofos, e você pode alimentá-los. Eles estão por toda a parte, principalmente perto do Parque Nara.

Com os cervos em Nara
Com os cervos em Nara

No entorno do Parque Nara é que estão os principais templos da cidade: Templo Todai-ji, o Templo Kasuga-Taisha e o Templo Kofukuji.

O ponto alto do nosso dia em Nara foi conhecer o Templo Todai-ji. Além de ser o templo mais imponente que visitamos, ele abriga o “Grande Buda“. Trata-se de uma estátua de mais de 15 metros de altura do Buda, simplesmente maravilhosa. Dentro desse templo há uma coluna de madeira com um buraco. Os japoneses acreditam que passar pelo buraco da coluna atrai sorte. Fica a dica, rsrs.

Grande Buda em Nara
Grande Buda em Nara

Saímos desse templo e fomos conhecer o Templo Kasuga Taisha. Esse templo é todo colorido e cheio de lanternas! O templo é conhecido por seu festival de lanternas. Durante este festival as lanternas iluminam o santuário e os arredores. Ele é lindo e vale a pena conhecer também!

Para quem gosta de museus, e quiser conhecer um pouco mais da arte do Japão, ainda é possível visitar o Nara National Museum.

Onde hospedar em Quioto?

Em Quioto ou Kyoto é importante ficar hospedado em uma região mais central, pois dessa forma você economiza tempo nos deslocamentos, e consegue visitar o maior número de atrações possível. Além disso, nas regiões centrais há maior oferta de restaurantes, lojas e hotéis.

As melhores regiões para ficar em Quioto são o bairro de Gion, pela variedade de restaurantes e vida noturna movimentada e a rua Shijo-dori, mais conhecida como Dori Street, movimentada pelo comércio local.

Em Quioto nos hospedamos em um hotel da rede Ana Crowne, o Ana Crowne Plaz Hotel Kyoto. Adoramos a rede, e já ficamos em outros hotéis em outros países.

Os quartos eram super confortáveis e a localização muito boa, em frente ao Nijo-jo Castle. O hotel estava localizado na região central de Quioto, entre Gion e a Dori Street e tinha um ônibus gratuito para levar do hotel até a estação central de Quioto, de onde saíamos para conhecer os principais pontos turísticos da cidade.

Nesse hotel não optamos por café da manhã, mas nas proximidades havia uma padaria gostosa em que comemos todos os dias. O atendimento, assim como em todo o Japão, foi impecável!

Vale lembrar que hospedagem no Japão tem um custo alto, e em Quioto os valores são ainda mais elevados. Então prepare o bolso.

Para quem quiser hotéis com um custo benefício melhor em Quioto, nossas sugestões são: Ana Crowne Plaz Hotel Kyoto, APA Hotel Kyoto Ekimae e o Hotel Unizo.

Para quem quiser investir em hospedagem em Quioto, nossas sugestões são: Four Seasons Quioto, Hotel The Celestine Kyoto Gion e o Hotel Alza Kyoto.

Já imaginou a experiência de se hospedar em um ryokan?

Os ryokan são hotéis tradicionais japoneses. Ao se hospedar em um hotel desse estilo você imergirá de cabeça na cultura japonesa. Você irá dormir como os orientais dormem, ou seja, em um futón, que são aqueles colchõezinhos no chão. Nesses hotéis não há camas.

Em um ryokan também é possível tomar os famosos banhos japoneses conhecidos como onsens. Trata-se de piscinas de águas quentes em que só é permitida a entrada sem roupas. Nós tivemos uma experiência em um onsen em Hakone e contamos tudinho nesse post AQUI.

Outra experiência que pode ser usufruída para quem se hospeda em um ryokan, é experimentar um jantar chamado de kaiseki. O kaiseki é um banquete requintado em que são servidas diversas porções meticulosamente preparadas. Uma verdadeira orgia gastronômica.

Infelizmente não me hospedei em um ryokan, mas em uma próxima ida ao Japão com certeza planejarei essa experiência.

Caso queiram indicações de ryokans em Quioto, segue algumas opções: Nishikiro, Seikoro Ryokan e o Sakura Urushitei.

Para mais opções de hotéis em Quioto em geral é só acessar o Booking.com. A plataforma mostra vários tipos de hotéis, com fotos, avaliações dos hóspedes e valores e achamos a melhor ferramenta para se pesquisar hospedagens.

Roteiro Personalizado

Você sabia que o Me Leva Mundo é especializado em elaborar roteiros personalizados? Exatamente! Temos experiência na elaboração de vários roteiros personalizados, e caso queira tornar a sua viagem uma experiência única, com o passo a passo do que fazer, como se deslocar pelo Japão e onde se hospedar no Japão é só entrar em contato com a gente através do [email protected] ou do nosso Instagram @melevamundo.

Gostaram do post? Comente aqui ou no nosso Instagram e não deixe de acompanhar nossas viagens em tempo real através do @melevamundo

2 respostas

  1. Estão de parabens pelo site. Bem escrito, abrangente e com linguagem bem humorada sem perder elegância.
    Estou a caminho de Hiroshima e depois vou a Kyoto. Suas dicas foram excelentes e vão ajudar bastante. Obrigada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mídias
Depoimentos
Newsletter

Assine nossa newsletter e receba as dicas do Me Leva Mundo por email! Cadastre-se já!

Somos Manu e Rafa, duas amigas que adoram viajar e finalmente tiraram do papel a ideia de compartilhar suas experiências.