Éfeso e Pammukale na Turquia: Dicas e Roteiro completo

Éfeso e Pammukale na Turquia: Dicas e Roteiro completo

Saiba tudo sobre Éfeso e Pammukale na Turquia. Conhecer Éfeso na Turquia era um dos pontos principais na nossa viagem quando comecei a planejá-la. Isso porque, a minha mãe, católica fervorosa fazia questão de conhecer a última casa em que Virgem Maria morou.

Pammukale também estava nos planos iniciais, pois ao ver uma foto daquela beleza natural, chamada pelos turcos de “castelo de algodão”, fiz questão de incluir no roteiro. E que surpresa boa! A visita a Éfeso e Pammukale fechou com chave de ouro nosso roteiro pela Turquia.

Achei muito pouca informação sobre esses dois destinos na internet. Dessa forma, nesse post vamos detalhar para vocês onde fica Éfeso e Pammukale, como chegar em Éfeso e Pammukale, o que fazer em Éfeso, o que fazer em Pammukale e onde se hospedar em Kusadasi.

Você pode ir direito ao ponto que deseja, é só clicar em:

Tenha todas as informações sobre sua viagem em um só lugar! Criamos vários roteiros exclusivos para deixar sua viagem ainda mais perfeita e sem perrengues. Clique nesse LINK e saiba mais.

Onde fica Éfeso e Pammukale?

Éfeso fica localizada na região do Mar Egeu, e abriga um sítio arqueológico super conservado. A cidade é considerada um berço das antigas civilizações e a história da própria humanidade, foi localização importante dos impérios persa, romano, bizantino e otomano.

Pammukale significa castelo de algodão, e fica localizada no sudoeste da Turquia. Não há nenhuma cidade famosa muito perto, e muitas pessoas vão a Pammukale apenas passar o dia em um bate e volta de alguma outra cidade.

Nós escolhemos a cidade litorânea de Kusadasi para fazer de base para conhecer Éfeso e Pammukale. Kusadasi fica bem próxima de Éfeso (cerca de 20 km), e fica cerca de 200 km de Pammukale.

Como chegar em Kusadasi, Éfeso e Pammukale?

Como já falei no tópico anterior, escolhemos a cidade de Kusadasi para servir de base para conhecermos Éfeso e Pammukale.

Chegamos em Kusadasi através do aeroporto de Izmir. O nosso voo saiu de Nevsehir na Capadócia (já falei sobre isso AQUI), e desembarcou em Izmir. O aeroporto de Izmir é grande e moderno.

turkish airlines
Voar pela Turquia

Voar pela Turquia é bem barato, pois a maioria dos voos é operado pela Turkish Airlines, e comprando as passagens com antecedência, é possível encontrar preços bem atrativos. Gosto muito de usar o site do Skyscanner para encontrar as passagens mais baratas em outros países! Fica a dica: https://www.skyscanner.com.br/

Apenas um ponto de atenção: na Turquia, há detector de metais e raio X de malas para entrar em todos os aeroportos! Dessa forma, caso optem por rodar pelo país de avião como fizemos, recomendo ir para os voos sempre com roupas leves, e levar malas pequenas! Esse entra e sai de Raio-X gera um desgaste bem grande.

Como se deslocar do aeroporto de Izmir a Kusadasi?

A cidade de Izmir é grande, e muitas pessoas se hospedam por lá. Nós optamos por nos hospedar em Kusadasi devido à proximidade geográfica com Éfeso (apenas 20 km). Do aeroporto de Izmir a Kusadasi o trajeto dura cerca de 1 hora.

Kusadasi
Kusadasi

Nós contratamos um serviço de transfer privado junto com a Kleos Turismo. O transfer nos buscou no aeroporto de Izmir e nos deixou na porta do nosso hotel em Kusadasi. Recomendo fortemente contratar esse serviço.

O sítio arqueológico de Éfeso está localizado a cerca de 30 minutos de Kusadasi. Dessa forma, a melhor forma de se chegar até Éfeso de Kusadasi é de carro. Nós fizemos o trajeto com um tour privado.

Caso você queira fazer o trajeto de carro alugado, recomendamos a Rentcars que compara em seu site os melhores preços em mais de 100 locadoras de veículos.

Pammukale está localizada a cerca de 3 horas de Kusadasi. No dia em que visitamos o castelo de algodão, perdemos cerca de 6 horas nos deslocando, 3h na ida e 3 h na volta. Dessa forma, caso queiram economizar tempo, há um aeroporto há apenas 18 km de distância de Pammukale na cidade de Denizli. Uma boa opção é passar o dia em Pammukale, e seguir para Denizli para voar até Istambul.

É possível chegar de ônibus ou carro em Kusadasi, porém a viagem é longa. Se forem de Istambul a Kusadasi de carro o trajeto dura cerca de 6 horas. Se estiverem saindo da Capadócia, o trajeto Capadócia x Kusadasi dura cerca de 10 horas.

Dica importante: Você sabia que é obrigatório fazer um seguro de viagens para viajar pela Europa? Essa dica é importantíssima e recomendamos para todos os viajantes. Não deixe de fazer o seu seguro. Nós sempre fazemos nosso seguro de viagem com este SITE, eles tem ótimos preços, são de confiança e quando precisamos usar tivemos atendimento por telefone em Português (mesmo fora do Brasil). É a melhor forma de se resguardar no caso de algum imprevisto. Confira as coberturas disponíveis para a região da Éfeso e Pammukale.

O que fazer em Éfeso?

Vamos contar para vocês o que fizemos no nosso dia em Éfeso. Fizemos um tour privado com um guia que nos pegou no nosso hotel em Kusadasi logo cedo e seguiu rumo ao sítio arqueológico de Éfeso. Esse passeio também foi reservado previamente do Brasil com a Kleos Turismo. O passeio foi ótimo, e ter um guia em Éfeso para nos explicar a história do sítio arqueológico fez toda a diferença!

Nesse dia, o nosso tour passou por:

  • Sítio Arqueológico de Éfeso
  • Casa da Virgem Maria
  • Visita a uma cooperativa de tapetes
  • Visita a uma fábrica de couro

Sítio Arqueológico de Éfeso

O Sítio arqueológico de Éfeso é realmente muito impressionante! Apenas 20% das ruínas lá existentes foram escavadas e mesmo assim, a cidade é uma das mais grandiosas e conservadas da antiguidade.

Éfeso é considerada berço das antigas civilizações. A história da própria humanidade passou pela cidade que foi berço dos impérios persa, romano, bizantino e otomano.

Na visita guiada, pudemos conhecer as ruínas de Odeon, o templo de Adriano, os famosos banhos romanos, a Biblioteca de Celso, o teatro romano com capacidade para 25.000 espectadores e as ruínas do tempo de Artemis considerada uma das Sete Maravilhas do mundo antigo.

Fiquei encantada com a visita e foi muito bacana ver as estruturas tão bem conservadas. O que mais me impressionou foram os banhos romanos e o teatro romano. Lembrei bastante das aulas de história no colégio.

O nosso tour na cidade durou cerca de 2 horas, e o guia foi nos explicando tudo detalhadamente. Foi muito bacana o passeio.

Éfeso na Turquia
Ephesus

Dica importante: Nos dias de hoje viajar conectado é fundamental. Você pode usar aplicativos em tempo real, utilizar suas redes sociais, acessar o google maps, conferir aquela informação de algum ponto turístico e até mesmo fazer reserva para algum restaurante. Não viajamos mais sem um chip internacional. Para isso, sempre gostamos de comprar o nosso chip para usar no exterior ainda no Brasil. O nosso escolhido sempre é a EASYSIM4U. Clique AQUI e confiram os planos que se adequam a sua viagem no site deles!

Casa da Virgem Maria

Saímos do sítio arqueológico de Éfeso e seguimos rumo a última casa em que Virgem Maria morou. Esse era um ponto importante da viagem para a minha mãe, pois ela é muito católica e sonhava em conhecer esse lugar.

Ao visitar a Casa de Virgem Maria, reconhecida pelo Vaticano como a última morada da Virgem pude testemunhar um grande exemplo de tolerância religiosa praticado por uma população 99% muçulmana. A Casa de Virgem Maria se tornou um local importante de peregrinação dos cristãos, que viajam o mundo inteiro para conhecê-la.

Casa da Virgem Maria em Éfeso.
Casa da Virgem Maria em Éfeso.

A Casa é bem pequena, mas confesso que foi um lugar que me trouxe paz ao visitar. Calmaria e tranquilidade são as sensações que senti ao visitar a Casa da Virgem Maria em Éfeso.

Visita a uma cooperativa de tapetes

Confesso que quando o guia nos falou que íamos visitar uma cooperativa de tapetes e por lá almoçaríamos achei que fosse mais uma daquelas pegadinhas, em que o objetivo final seria nos forçar a comprar algum tapete.

Mas estava errada e a visita foi uma delícia! Visitamos a cooperativa de tapetes chamada Halicilik Kursu e almoçamos por lá. O almoço foi uma delícia, com vários pratos da culinária turca como rolinho de queijo, berinjela assada, um frango com molho de iogurte, além dos maravilhosos pães de entrada.

Depois fomos conhecer o trabalho das artesãs e o processo de fabricação dos famosos tapetes turcos. Achei bem interessante.

Cooperativa de tapetes em Éfeso
Cooperativa de tapetes em Éfeso

No final, eles nos levaram para o local em que podíamos comprar tapetes. O atendimento deles foi ótimo e achei os tapetes com um ótimo custo benefício. Eu, minha irmã e minha mãe compramos. Eles colocam os tapetes em uma bolsinha muito prática para levar na viagem e até pesam ele.

Caso queira comprar uma peça maior, eles enviam de navio direto para o Brasil também! Adorei e realizei minha vontade de ter um tapete turco em casa!

Visita a uma fábrica de couro

Esse passeio sim foi uma pegadinha, mas que nos rendeu boas risadas. Primeiramente não consumo peças em couro proveniente de animais, apenas couro sintético.

Quando o guia nos falou que visitaríamos uma fábrica de couro já achei bem furada, mas como estávamos ali fui conhecer.

Ao chegar, eles nos serviram o famoso chá turco e nos levaram para uma sala de desfiles. Essa parte foi muito engraçada! Eles fazem um desfile bem animado, com música alta, e apresentam as peças que eles vendem. Uma piada.

Minha mãe se empolgou e eles convidaram ela para entrar no desfile também. Imaginem o mico. Rsrs

Fábrica de couro em Éfeso.
Fábrica de couro em Éfeso.

Depois eles nos levam para a loja para adquirir alguma peça, mas dessa vez não compramos nada.

O que fazer em Pammukale?

Como já falei pra vocês, fizemos um tour privado para Pammukale. O guia nos pegou no nosso hotel em Kusadasi e seguimos por 3 horas de carro até Pammukale. O passeio foi reservado previamente do Brasil com a Kleos Turismo.

O único ponto fraco desse passeio foi a comida, pois como o passeio durou o dia todo, o almoço estava incluso. O lugar em que o guia no levou para almoçar não era bom. Na verdade, achei bem ruim. Era um restaurante no estilo “bandeijão”, com uma comida nada saborosa.

Dessa forma, caso façam questão de comer bem, recomendo conversar com a agência para saber previamente como será essa questão dos almoços antes de fecharem os passeios. Para mim, a gastronomia é ponto fundamental em uma viagem, e fiquei bem frustrada com essa refeição.

Em Pammukale, visitamos o famoso castelo de algodão. Trata-se de um conjunto de piscinas termais com origem calcária que com o passar dos anos formaram bacias de águas. O visual é lindo demais!

Pammukale na Turquia
Pammukale

Para quem gostar e quiser, recomendo levar roupa de banho para aproveitar os banhos nas piscinas termais que tem lá. Eu não levei e me arrependi, e por essa razão, fica a dica!

Nesse passeio também é possível visitar o sítio arqueológico de Hierápolis. Ele é bem menor que o sítio de Éfeso, mas possui um teatro enorme que está super conservado, e dessa forma, trata-se de uma boa maneira para conciliar história com beleza natural.

Hierápolis na Turquia
Esperando o espetáculo em Hierápolis

Com certeza Pammukale foi uma parada certeira na nossa visita a Turquia!

Dica importante: Uma forma de economizar tempo nas filas dos monumentos históricos é adquirindo seu ingresso com antecedência. Nós sempre compramos nossos ingressos neste site AQUI e recomendamos sempre a todos que comprem as entradas das atrações antecipadamente. Dessa maneira você economiza tempo nas filas de ingressos e pode aproveitar com calma a sua viagem.

Onde ficar em Kusadasi

Kusadasi foi uma grata surpresa na nossa ida a Turquia. Nunca tinha ouvido falar da cidade até pesquisar onde me hospedar para visitar Éfeso. Foi pela proximidade a Éfeso (cerca de 20 km), que decidimos fazer a cidade de base por 2 dias.

Orla de Kusadasi na Turquia
Orla de Kusadasi na Turquia

A cidade tem um clima praiano, muito agradável. Ela fica às margens do mar Egeu, possui uma orla bacaninha, cheia de restaurantes, hotéis, feirinha. Lembra aquelas cidades de praia menores no Brasil. Inclusive, para quem for se hospedar por lá, recomendo ficar em um dos hotéis a beira mar, e também recomendo comer frutos do em um dos restaurantes da orla.

Nós jantamos em um restaurante super agradável na orla, chamado Mezgit. Comemos um peixe grelhado com fritas e salada que estava delicioso.

Jantar em Kusadasi
Jantar em Kusadasi

O nosso hotel se chamava Istankoy Hotel Kusadasi. O hotel era muito bem localizado, as instalações eram boas, mas o café da manhã deixou a desejar. No entanto, tinha um bom custo benefício.

Abaixo vou dar algumas dicas de hospedagem em Kusadasi para quem procura um melhor custo benefício ou para quem quer investir mais em hospedagem.

Roteiro Personalizado

Você sabia que o Me Leva Mundo é especializado em elaborar roteiros personalizados? Exatamente! Temos experiência na elaboração de vários roteiros personalizados, e caso queira tornar a sua viagem uma experiência única, com o passo a passo do que fazer, onde comer, como se deslocar pela Turquia e onde se hospedar no país é só entrar em contato com a gente através do [email protected] ou do nosso Instagram @melevamundo.

Gostaram do post? Comente aqui ou no nosso Instagram e não deixe de acompanhar nossas viagens em tempo real através do @melevamundo.

Mídias
Depoimentos
Newsletter

Assine nossa newsletter e receba as dicas do Me Leva Mundo por email! Cadastre-se já!

Somos Manu e Rafa, duas amigas que adoram viajar e finalmente tiraram do papel a ideia de compartilhar suas experiências.